Páginas

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

O jardim trancado


Do outro lado do portão trancado,

eis que vislumbro com os olhos embaçados

de tanto chorar, de tanto chorar...

Contemplo as cores do jardim regado

e me embriago no seu doce perfume...

Mas não posso entrar... nem tocar!

Erva daninha, espinheiro e abrolho,

Não sou bem vinda nesse jardim

que me encanta e me atrai como ímã,

porém, não se abre para mim!

5 comentários:

  1. É justamente por este jardim ser trancado que ele é desejoso aos olhos. Ou vc acha que o fruto do Éden era feio? Não. O mal é extremamente necessário, porque o mal é pedagógico, é gostoso. Tem gosto de chocolate. É lindo como um jardim. No fundo, esse mal para a gente é bom pra caramba. Ninguém, porém, quer admitir isso. Prefere continuar contemplando ad aeternum o jardim. Ainda bem que o Adão e a Eva pelo menos foram diferentes!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Queria escrever "hipnotiza", querendo dizer que me encanta.
    hehehehe
    Mas aqui... Adão e Eva se deram mal!

    ResponderExcluir
  4. Foi o que aprendi.
    Não só se deram mal, como atrapalharam todo o plano!
    rsrss desisti de ser sua ovelha, vc me deixa desorientada! :)
    Mas amo vc assim mesmo!

    ResponderExcluir