Páginas

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Busca da felicidade

A busca da felicidade, tem sido o alvo de muitas pessoas. Mas geralmente, são como cegos num tiroteio, completamente sem noção, andando de um lado para o outro, sedentos por algo que satisfaça a sua alma.

O materialismo, através do consumismo desenfreado por objetos, que muitas vezes são desnecessários, não preenche o vazio e muitas vezes trazem mais angústia ao coração.

Por um curto período, a ilusão de estar adquirindo um bem desejável, mas logo que o guardamos no armário, o vazio continua em nós, a necessidade não foi suprida... e quando vem as faturas, a felicidade vai por água abaixo.

Parece que a felicidade, consiste em carregar as sacolas...
...


Certo pastor, contava a história verídica, de um homem que viveu há muito tempo...
Ele era casado, tinha muitas filhas, até que finalmente, sua esposa deu à luz um menino. Tudo parecia bem, mas na adolescência, o menino adoeceu e veio a falecer.

Depois de longo período de sofrimento para aquela família, este homem resolveu proporcionar uma viagem de navio para sua família, sendo que ele mesmo, por motivos de trabalho, não pôde ir junto. Ele jamais viu sua esposa e filhas novamente, pois o navio naufragou com elas.

Nesta ocasião, este homem, compôs um hino, que até hoje cantamos em nossas igrejas... eu mesma já o cantei no conjunto e não entendia o porque da letra tão linda, ter uma melodia tão triste...

"Se paz a mais doce, me deres gozar
se dor, a mais forte sofrer...
Oh seja o que for
Tu me fazes saber,
que feliz eu serei com Jesus...
Sou feliz, com Jesus!
Sou feliz, com Jesus, meu Senhor!"

Naquele momento de imensa dor, aquele homem só, confessava com o seu dom, a razão de sua felicidade... a presença de Deus em sua vida era real!

Jamais encontraremos em outras fontes, algo que supra nossas necessidades e preencha o vazio.

O homem foi criado com um recipiente, para "conter" a presença de Deus. À medida que Deus ocupa nosso coração, nosso conceito de felicidade muda.

6 comentários:

  1. Olá,

    Muito boa postagem.
    Espero que Deus, diariamente, reformule nossos conceitos.

    Ablagos

    ResponderExcluir
  2. Já conto com sua visita sempre!
    Se não reformularmos os nossos conceitos, vamos acabar achando que felicidade não existe...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Claro que existe!
    Não lhe deram esse nome? :)

    ResponderExcluir