Páginas

terça-feira, 12 de maio de 2009

Oásis

Depois de uma longa caminhada num deserto, em meio à tanto cansaço, fome e sede, nenhum pensamento substitui a ânsia pelo mergulho nas águas de um oásis. Bem nenhum tem valor alí.

Em meio à tantas miragens que se revelam falsas, que enchem os olhos e aguçam a sede, mas logo se dissolvem diante de meus olhos, deixando no lugar da sensação de alegria, a decepção.

Eis que finalmente as águas sonhadas surgem. Alí eu mergularia, beberia e me deliciaria. Alí eu me revigoraria, me supriria, descansaria... mas até quando?

Ninguém permanece no oásis. É preciso voltar a caminhar, é necessário sair do deserto e almejar campos floridos.

Felicidade é encontrar o oásis e por causa dele, dar continuidade à vida. Sem ele, a caminhada não tem sentido, a vida acaba, os sonhos morrem. Mas por causa da existência dele, a vida é perpetuada, a esperança continua viva e o caminhante segue revigorado.

7 comentários:

  1. Ótimo texto.
    Lembro-me de uma passagem de "O Pequeno Príncipe" que diz mais ou menos assim: Para colher uma rosa é preciso suportar os espinhos.

    ResponderExcluir
  2. uma pena voce postar tão pouco.....
    Maurizio

    ResponderExcluir
  3. Então, assim que encontrar seu oásis de novo, conta aqui pra gente!

    ResponderExcluir
  4. Afff, tá demorando... acho que minha sina é morrer no deserto.

    ResponderExcluir
  5. Ola Janete!


    Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

    Abraços em Cristo e Paz!

    Danilo

    http://genizah-virtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir