Páginas

sábado, 10 de maio de 2008

Rafael


A dor física, não era pouca,

Mas a alma, doía mais...

Diante de mim, meu pequenino,

vitorioso, cumpriu o destino

e voltou para os braços de Deus Pai!


Quizera eu, também ir contigo,

para que hoje, não vivesse ao léo!

Meu peito pulsa, dizendo teu nome_Rafael...

Nos meus sonhos, ainda te vejo,

ali, eu pude te dar um beijo;

_Vai, filhinho...me espera no céu!


Não me cabe, entender os desígnios,

Daquele que sabe de tudo e de todos...

Um dia, estaremos no mesmo espaço...

Quem sabe, ali o nosso Deus permita,

que na morte, eu encontre a vida,

e te tenha, enfim, nos meus braços!!!

2 comentários:

  1. eu não sabia que vc tinha perdido um filho.

    ResponderExcluir
  2. Sim, parte de mim foi pro céu primeiro. Um dia seremos um de novo :)

    ResponderExcluir