Páginas

terça-feira, 22 de abril de 2008

Egoísmo urbano

Hoje, ao chegar no ponto de ônibus, uma moça, portadora de deficiência visual, me pediu ajuda para embarcar, era justamente o ônibus que eu esperava. Quando ele veio lotado, entramos e como o corredor estava cheio, não conseguimos passar dos degraus. Olhei ao redor, esperando que alguém desse lugar à moça, mas os cidadãos todos, se mantiveram imóveis, pra variar, olhando pra rua ou sei lá pra que... fiz um esforço pra chegar ao cobrador e pedi à ele: _O senhor poderia pedir à alguém, que cedesse o lugar àquela moça, deficiênte visual?

Esperava que ele atendesse prontamente, mas ele me olhou com olhar de pouco caso e disse: _Aquela escurinha alí?

Respondi: _Aquela que está de frente pra porta.

Ele olhou as pessoas sentadas... olhou a moça... somente depois de vários minutos, pediu à duas meninas "distraídas", se alguma poderia dar lugar à moça. As duas se olharam com cara de insatisfação e uma se levantou. Finalmente a moça conseguiu sentar-se.

Misericórdia, Senhor!

5 comentários:

  1. misericordia mesmo, minha querida.
    A cada dia que passa, notamos que a falta de amor dos ultimos tempos ja habita entre nos.
    Ainda bem que fazemos diferencas e espero que continuemos assim.
    beijo enorme.

    ResponderExcluir
  2. É a Palavra se cumprindo, né querida? :(
    Obrigada! Que bom que está de volta! beijos

    ResponderExcluir
  3. Falta Graça no mundo. Somos todos um bando de desgraçados!

    Misericórdia de todos nós. Nesse dia você viu, mas já parou pra pensar que pode ter se descuidado alguma vez?

    Como diz Romanos, "porque todos pecaram, deixando de ceder o seu lugar no ônibus, e longe estão da glória de Deus". Somos farinha do mesmo saco, minha indiazinha. Hoje foram os passageiros, amanhã poderá ser eu ou você. Misericórdia de nós, Senhor. Ai da gente por esse egoísmo!

    Brilhante.

    Um fim de semana repleto de estrelas nesse céu de BH.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que Ele não nos abençoa na medida da nossa gentileza...Quanta coisa negligenciamos, né querido?
    Misericórdia de nós, Pai!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. terrível nao é?
    ...
    beijos,
    alê

    ResponderExcluir